As soluções de Legal Ops do Sem Processo

Entenda como facilitamos o trabalho jurídico de empresas, escritórios e advogados com LawOp

caneta tecnológica e sistema informatizado em frente ao notebook

Legal Operations nasceu com o intuito de aumentar a eficiência, produtividade, qualidade e integração das atividades desempenhadas pelos departamentos jurídicos das empresas e dos escritórios de advocacia, conforme podemos extrair da leitura do artigo “Funcionalidades do Direito 4.0”. É no apoio dessas ideias que o Sem Processo desenvolveu a área, buscando atuar como facilitador dos advogados e operantes do direito, permitindo às empresas uma melhor gestão operacional e aos escritórios o melhor exercício de suas atividades intelectuais. Debruçado nesse objetivo, a empresa projetou em LawOp operações que melhor se encaixam para solucionar obstáculos do dia a dia do mundo jurídico. Através do presente artigo, demonstraremos a maneira pela qual a lógica de nosso trabalho possui a solução para a otimização do setor. 

1. Captura de Informações e Monitoramento

Como já havia dito Bill Gates, “o modo como você reúne, administra e usa a informação determina se vencerá ou perderá”. Nesse contexto, LawOp valoriza a captura de informações como forma primeira de organizar o jurídico de empresas e escritórios. Atuando com a aplicação de tecnologia, alguns robôs são capazes de centralizar os processos jurídicos distribuídos pelos tribunais do país, melhorando a eficiência e a segurança na compilação de dados para uma pronta resposta dos operadores de Direito. Quanto antes a informação chegar, mais tempo se ganhará para resolução de um conflito. 

Além disso, já pensou em reunir todas as notificações e ofícios recebidos contra a sua empresa? Melhor que isso, já pensou em não só reunir, mas também filtrar e analisar cada uma dessas informações para facilitar a tratativa pelo setor responsável? É desse modo que Legal Operations pretende entrar como um facilitador na estrutura jurídica antiquada do mercado, de maneira multidisciplinar: a organização e análise prévia irão otimizar os custos e o tempo despendido de trabalho em sua empresa ou escritório.

Diante disso, reunidas as informações por meio da tecnologia de captura e o monitoramento de rotina, é possível administrá-las e usá-las para “vencer”. Já passou da hora de pararmos de usar estagiários de Direito como meros “robôs de captura”: o trabalho mecânico repetitivo acaba gerando desperdício de tempo para aprendizado e desenvolvimento do profissional, assim como acarreta maiores gastos e excesso de erros humanos. O Legal Operations do Sem Processo visa uma sólida busca de informações em menor tempo.

2. Cadastro

As operações de cadastro são responsáveis por trabalhar com todas as informações reunidas pelas equipes de monitoramento e, em continuidade, colocam-se todas as informações recebidas no sistema utilizado pela empresa contratante. 

Para um cadastro mais eficiente, utilizam-se de tecnologias e estratégias para facilitar e agilizar o cadastro. O Sonda é uma dessas tecnologias que a Sem Processo vem aplicando aos cadastros, em que se faz uma primeira leitura dos documentos de forma automatizada e captura os principais dados. Assim, com a utilização dessas inovações, o intuito é facilitar os cadastros para que, além de mais céleres, sejam sempre corretos.

3. Higienização

O volume de demandas judiciais dependerá muito da influência e atuação do escritório ou da empresa na sociedade. A atuação em diversas áreas e setores da sociedade gerarão uma maior quantidade de conflitos ou não. Isto é, a manutenção e conhecimento da base de processos e demandas de uma empresa atualizada é essencial para se entender o volume e impactos financeiros prováveis, possibilitando um maior controle sobre o aumento ou diminuição desses. Aliado ao contexto de obtenção de informação, a triagem de todos os casos judiciais permite um melhor planejamento financeiro e de ação para mitigar riscos. O LawOp oferece uma análise exaustiva de todas as informações cruciais dos processos, tais como principais decisões proferidas, obrigações impostas pelo judiciário e eventuais falhas processuais. A partir dessa análise, o escritório ou próprio departamento poderá prever o plano de ação para cada situação, inclusive de forma estatística com a criação de dashboards. 

Diante disso, a ideia é que a higienização seja o primeiro passo da empresa para passar a aplicar os serviços de monitoramento e cadastro, com a base limpa e saneada, a aplicação dos demais serviços manterão tudo organizado e com um controle eficiente. Após tais implementações, nada mais justo que buscar a diminuição de conflitos por meio da plataforma de negociação que será discriminada no próximo tópico. 

4. Negociação

Atrelado ao funcionamento da cadeia lógica de LawOp para reunião, filtragem e análise das informações essenciais para o funcionamento do setor jurídico, temos por consequência a diminuição do número de demandas judiciais e conflitos gerados em nossa sociedade. Isto é, a cadeia de monitoramento, cadastro e higienização de base permite que o escritório e/ou empresa se organizem para evitar proposição de ações futuras melhorando seu serviço e, não só isso, mas também possibilitando o diálogo e a negociação direta com a parte contrária. O Sem Processo oferece uma plataforma de negociação que se comunica diretamente com os produtos de Legal Operations. Após a contratação dos serviços acima elencados, por que não gerir seus processos por meio da realização de acordos? 

O uso de tecnologia aqui permite a resolução dos litígios de forma rápida, prática e segura. Sendo possível gerar dados estatísticos capazes de mostrar os melhores casos para acordo, bem como todos aqueles que foram já acordados, refletindo em uma economia de despesas judiciais futuras. O caminho para um judiciário menos sobrecarregado é a negociação, ninguém melhor que as próprias partes para definirem o que é melhor para ambas. 

Conclusão

O presente artigo buscou descrever um pouco sobre a lógica e os aspectos teóricos do trabalho do Sem Processo realizado para os departamentos jurídicos de empresas e para os escritórios de Advocacia. Nesse contexto, Legal Operations pretende quebrar aquela premissa antiquada de que o exercício do Direito deve se materializar naquele trabalho conservador e clássico da advocacia visto em filmes. Com toda cadeia de processos centralizada na empresa, as etapas e os produtos se complementarão da seguinte forma: será realizada a limpeza e higienização de base dos processos judiciais, em paralelo, o monitoramento e o cadastro de todas as demandas contra a empresa rodarão diariamente com a reunião de informação, triagem e eficiência de análise de acordo com as diretrizes da empresa para que, por fim, todos os casos que foram tratados na cadeia estejam sendo negociados na plataforma de negociação. 

É dessa forma que o Sem Processo atua, uma vez que não podemos ignorar o avanço da tecnologia como facilitador do exercício da profissão, assim como não podemos ignorar ferramentas de pensamento e técnicas de estruturação e organização de setores recentemente pensadas para otimização do meio jurídico. 

O volume de informações cada dia cresce mais: os juristas devem estar aliados às melhores ferramentas para otimização do seu trabalho. Com aplicação de LawOp é possível reunir todas as informações necessárias para evitar ajuizamentos de novas ações no futuro sobre os mesmos objetos, sendo possível, inclusive, adiantar acordos que favoreçam ambas as partes. 

Na lógica do “ganha-ganha”, o processo judicial pode deixar de existir antes mesmo do fim da sua fase de saneamento. Sendo assim, diante da leitura desse texto, pensar na contratação de Legal Operations para sua empresa é estar andando em paralelo com o Direito do futuro: a Advocacia 4.0. Toda cadeia lógica de funcionamento do trabalho da empresa e seus produtos oferecidos são capazes de trazer diversas melhorias ao mercado jurídico, e igualmente capazes de gerar impacto e mudanças significativas no setor.

johann-bulgaris
Johann Bulgaris
Advogado graduado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Coordenador de Legal Operations do Sem Processo.
paula-calado
Paula Calado
Gestora Estratégica e Advogada, pós-graduada em Direito Processual Civil. Law Operator do Sem Processo.
Artigos recentes